Livro

Resenha: Lua Azul, de Alyson Noël #BoxImortais

19:50:00


O livro "Lua Azul", de Alyson Noël, foi lançado em 2010 pela Editora Intrínseca e conta com 256 páginas.

Sinopse: Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, ela está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo - enquanto Ever se sente cada vez mais forte. Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo. Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.

Ah! Esse é o segundo livro da Coleção Imortais. Para ler a resenha do primeiro, clique aqui.

Depois dos acontecimentos do primeiro livro, aparentemente Ever e Damen finalmente vão ter o tão esperado final feliz... sqn. Roman é introduzido à história, como um garoto carismático que começa a estudar na mesma escola que Ever, demonstrando à todos ser um cara legal e praticamente perfeito. Ever não gosta nada do rapaz, e com razão mas todos parecem encantar-se por Roman.

A trama vai sendo destrinchada com Ever cada vez mais forte: seus poderes estão fortes e incrivelmente rápidos, mas Damen torna-se cada vez mais fraco e distante e eis que surge o tema principal da trama: Damen muda completamente com Ever, deixando-a perplexa, e ela parte para Summerland em busca de respostas.


O desenrolar da trama torna-se um pouco cansativo, uma vez que Ever tem o dom de fazer merda se meter em confusões, e é possível ficar agoniado com as constantes tentativas dela em tentar melhorar tudo - o que na maioria não dá muito certo, mas ela vai descobrindo diversas coisas, que justificam muitas situações do livro -, e isso prende o leitor à história. Neste livro, o misticismo, magia e materialização são muito bem explorados, o que prova a pesquisa e dedicação da autora para tal.

Se você é fã de livros que o universo conspira à favor do casal principal, corra de Lua Azul! A autora vai dificultando cada vez mais o amor de ambos, e a cada passo que Ever dá para frente, ela volta dois. O livro trabalha bem a questão de que não devemos confiar em qualquer pessoa, mas também não é certo julgar ninguém sem antes conhecê-lo.

Em comparação ao primeiro livro, Lua Azul deixa à desejar. No livro são levantadas diversas perguntas que não são resolvidas de imediato - o que puxa uma continuação bem trabalhada -, mas ele perde no quesito conteúdo, uma vez que deixa a sensação no leitor de que toda a trama foi em vão, mas em contraponto, desperta a vontade de ler a continuação de imediato.

"O fato é que coração e razão não são sempre amigos. E no meu caso eles quase nem se falam."


Deixe seu comentário!

1 comentários

  1. Eu não sou muito fã quando conspira totalmente a favor, adoro a sutileza e a surpresa e esse livro parece demonstrar isso muito bem. Fiquei curiosa sobre o enredo. Você fez uma bela senha. A capa é tão bonita, dá ainda mais vontade de ler!

    www.ultimobiscoito.com

    ResponderExcluir

Newsletter

Canal do Jardim